Read e-book online AJUDE-SE A SI MESMO (Portuguese Edition) PDF

O homem vulgar, de cultura mediana e vontade débil, que não tenha ainda a experiência bastante para ter fortalecidas as suas faculdades mentais e morais, fica, por through de sugestão, submetido às ideias, aos costumes e às crenças dominantes no seu meio. Fala o idioma, professa a religião e segue os costumes do país em que nasceu e se criou, e os da família em cujo seio transcorreu a sua infância, e, por isso, o seu caráter se modela sob a influência do ambiente.
Mas o homem que acerta em compreender a sua verdadeira natureza e tem suficientemente fortalecida a vontade, não repara nos esforços que tenha a fazer, para poder pensar com o seu cérebro, sem ajuda alheia. Sabe distinguir entre o falso e o verdadeiro, o ilusório e o genuine, o permanente e o transitório, ainda que a maioria das pessoas com quem conviva considerem o contrário.
O insucesso não é o fim da viagem do homem de ânimo esforçado. Se, para a consecução “realização; conquista” do seu plano, encontra algum estorvo “embaraço; dificuldade; oposição” no caminho, segue sempre a linha reta em direção ao seu objetivo; e, se cai antes de o alcançar, fica com os olhos fixos nele, como o soldado que sucumbiu “não resistiu; morreu” no campo da batalha.
Muitos homens do número dos que figuram na vida pública, cujos nomes aparecem todos os dias nos jornais, e que desfrutam de honras e privilégios sociais e políticos, não têm o menor respeito de si mesmos e até se abominam “detestam; odeiam,” quando se veem a sós com a sua consciência, porque sabem que não vivem como o mundo julga.

Um homem assim, visto por fora, parece que possui os elementos que constituem a felicidade e o êxito, mas o entrechoque da voz da sua consciência com a inquietação das paixões não cessa nem um momento no seu inside. Ainda que o mundo o aplauda, a voz da sua consciência lhe lembra sempre que é um impostor, pois ele sabe muito bem que obra por trás de uma máscara, e que não é o homem que os demais imaginam, porque não está limpo de coração nem de consciência, e se aproveita da credulidade daqueles a quem engana.
No princípio da vida ativa, devemos tomar a resolução inabalável de não manchar a nossa honra, nem adulterar a nossa natureza divina, praticando ações desonrosas e indignas do homem de bem. Suceda o que suceder, procedamos sempre de forma que a nossa consciência fique tranquila.

Show description

Read or Download AJUDE-SE A SI MESMO (Portuguese Edition) PDF

Similar foreign languages_7 books

Wir sind Fremde - fast überall: Politische Fotolyrik (German - download pdf or read online

"Wir sind Fremde - speedy überall " ein fotolyrischer Blick über den eigenen Horizont hinaus in a number of Horizonte - verdichtet in emotionalen Kapiteln"mi amor triste cubano" - die traurige Liebe des Autors"Befindlichkeiten" - politische Reflektion"Flucht und Fremde" - bittere Wirklichkeit"Der Fremde in mir" - Reflektion ins InnereFotografien des Autors ergänzen, unterstreichen, mildern die lyrischen Texte.

Read e-book online Den intellektuella (Swedish Edition) PDF

Dutugemunuge Hrda Saakshiyata Pilithurak" tar upp frågan om var och en av Obeysekere s invändningar, påpekar felaktigheten av underlåtenhet och uppdrag,

Download e-book for iPad: Oppositionen ledd (Swedish Edition) by

Sådan skarp kontrast verkar förvånande för en utomstående som tittar in, males för alla som är far-off bekant med den turbulenta Maldivernas politik verkar det mindre så

De goudsmid en de meesterdief (Dutch Edition) - download pdf or read online

Jiacomo is de helft van een tweeling. Hij lijk als twee druppels water op zijn broer Laurenzo, maar ze verschillen als dag en nacht. Laurenzo wil graag mooie dingen maken en wordt edelsmid. Jiacomo houdt van reizen en avontuur en hij is handig genoeg om een uitstekende dief te worden. Een edelsmid en een meesterdief, die zoveel op elkaar lijken dat ze gemakkelijk verwisseld kunnen worden - er zijn veel verhalen te vertellen over hoe levens uiteengaan en weer samenkomen.

Additional info for AJUDE-SE A SI MESMO (Portuguese Edition)

Example text

Download PDF sample

AJUDE-SE A SI MESMO (Portuguese Edition)


by Charles
4.5

Rated 4.69 of 5 – based on 5 votes